Logo

Saddam News | Cadastrem-se

Informe seu email e receba novidades.

Formas de Pagamento

Aceitamos e parcelamos em todos os cartões.
* parcelas mínimas de R$ 100.
(11) 4356-4143 contato@saddam.com.br Saddam © 2013, Direitos reservados Desenvolvido por Agência Blitz
04 set

Tatuagem & Rock’n’Roll

Postado em: Comportamento, Curiosidades

Músicos profissionais ou simplesmente ouvintes amantes do bom e velho rock’n’roll, de um modo geral, exibem corpos tatuados. Não é regra, pois tatuagem não é necessariamente “coisa de roqueiro” já faz um bom tempo. À medida em que a tatuagem se tornou mais popular e acessível, muitos ouvintes de outros gêneros musicais também se apropriaram dessa arte para adornar seus corpos. Mesmo não sendo exclusividade de roqueiros, existe um cenário evidente, há muitas décadas, que nos aponta que o estilo musical tem entre os seus adeptos muitos tatuados. Para o músico paulistano Thiago Sobral, a tatuagem no rock acaba sendo um tipo de extensão à ideia de que o gênero musical serve, muitas vezes, como ferramenta de protesto e quebra de barreiras. “Rock’n’Roll representa atitude, protesto. Logicamente não só isso, mas ele também quer mostrar pra sociedade que não importa sua aparência, suas atitudes e seu caráter valem mais”, diz.

A tatuagem marcou (literalmente) presença no rock ao longo dos anos nos quais artistas solo, bandas e vertentes musicais, acompanhadas de seus respectivos visuais (roupas, acessórios, maquiagem), se destacavam. Tudo indica que uma das primeiras artistas a exibir uma tatuagem foi Janis Joplin, na década de 60. Ozzy Osbourne, membro fundador do Black Sabbath no final dos anos 60, já era tatuado naquela época e com o tempo foi preenchendo o corpo ainda mais. Nos anos 70 e 80, foram os metaleiros de grupos como o britânico Iron Maiden que mostravam várias tattoos nos braços. Também nessa época, já em meados dos anos 80 para ser mais exato, os Guns N’ Roses exibiam um visual marcante que incluía muitas tattoos.

Nos anos 90, bandas como Alice In Chains, Red Hot Chili Peppers e Pantera também tinham entre seus integrantes tatuados, como Jerry Cantrell (Alice In Chains), Anthony Kiedis (RHCP) e Phil Anselmo (Pantera). Tais artistas e bandas alcançaram tanto prestígio entre o público que suas aparências ainda hoje exercem fascínio e até mesmo influência entre seus admiradores. Atualmente, Jared Leto e Adam Levine, vocalistas das bandas 30 Seconds to Mars e Marron 5, respectivamente, são exemplos de que o relacionamento do rock com a tatuagem se perpetua. Jared, inclusive, tem no corpo diversos símbolos tatuados que representam a própria banda.

Estes são exemplos de bandas de rock famosas, mas é claro que entre bandas menos conhecidas e também entre músicos independentes encontramos muitos corpos marcados com tatuagem.

Existe ainda o caso dos fãs de rock que têm tanta admiração por seus ídolos que chegam a tatuar o nome da banda, o rosto do cantor, o símbolo da banda ou um verso de música. De novo, isso não é exclusividade de roqueiros, mas existem muitos deles por aí, como nestes exemplos abaixo: uma homenagem a David Bowie (no pescoço), o símbolo da banda de metal progressivo norte-americana Dream Theater, ambas feitas aqui no Saddam Tattoo, e a tatuagem que representa a banda punk Ramones. Já para o guitarrista Thiago, que possui uma tattoo maori no braço direito, esse tipo de escolha representa um certo exagero. “Não sei se faria uma tatuagem de alguma banda, não gosto desse lance de idolatria, mas respeito quem tem”.

0 Likes

Leave a Comment